Art Saves



"Minaremos as bases da produção, semeando os germes da anarquia entre os operários e encorajando-os ao abuso de bebidas alcoólicas. Procuraremos dirigir a opinião pública para toda espécie de teoria fantástica que possa parecer progressista ou liberal."

Textos . Art Saves . Apocalipse . Divirta-se . Suicide . themes
1/369 »

"

Posicionamento e escolhas são palavras da moda na existência humana. Frases de efeito como “Nossas escolhas definem o nosso futuro” são tentativas de um coletivo em tentar impregnar suas mentes com uma teórica obrigação de que todos devemos tomar escolhas. Sem se posicionar, não existe possibilidade de existência.

Partidários fiéis do partido das escolhas chegam a abominar quem pensa em não tomar nenhuma decisão e apenas esperar que as coisas aconteçam. Porém, viver de acordo com a “onda do momento” não seria uma escolha? Assim, membros do grupo escolhedor se tornam totalmente imparciais, não que você deva tomar qualquer escolha, mas uma que te faça importante, que te dê um trabalho, que o torne respeitável e, no fundo o objetivo máximo, te torne rico.

Em época de eleições no território brasileiro, o grupo das escolhas nunca nos deixou tão confuso. Agora eles se subdividem em outros partidos e o objetivo não é mais te encaixar em grupos sociais de acordo com a sua própria escolha, mas sim, utilizar o seu poder de apontar o dedo e decidir em benefício próprio.

Tal complexidade nascida da necessidade de se padronizar tudo existente numa sociedade humana torna a própria existência confusa, perde-se o foco do que realmente se quer para viver e nosso caminhar em busca da essência própria se torna atrasada para que nos posicionemos de maneira que um grupo te veja com bons olhos ou para decidirmos o futuro dos outros. Talvez não seja tudo tão complicado assim, talvez a complicação esteja dentro de cada um de nós.

"

0 notes-reblog

Intimidade

O sexo é o momento mais intenso e bonito de um casal. Nele, todas as armas estão baixas, todo orgulho está de lado, toda posse sobre si mesmo não existe mais. Cada beijo busca o fim do labirinto de um corpo, cada abraço busca conter muito mais do que realmente lhe cabe, o toque é cada vez mais valente, busca conhecer por inteiro o parceiro com quem divide tal momento.

Ainda que o casal mal se conheça, o momento é de entrega. Entrega pra um novo alguém servindo como saciedade de seus instintos, ou até mesmo como fuga da rotina. Dessa maneira, o sexo serve como ferramenta de ajuda para esquecer todos os problemas cotidianos bem como qualquer frustração pessoal.

O que difere um sexo casual de um sexo entre parceiros são algumas pitadas de amor o qual teimamos em guardar tampado, lacrado, no recipiente mais difícil de abrir. O pouco de amor empregado no ato transforma tudo em pura magia, total vontade. Os suspiros são verdadeiros e as horas são esquecidas, a vontade é de lutar contra toda física, química e biologia e fazer com que aquele momento seja eterno.

Sobre todas as coisas que levam pessoas a se relacionarem intimamente o amor me parece a mais importante. É o que separa tudo, o que destrincha os caminhos entre qualquer tipo de poder ou submissão existente. Ainda assim a total entrega é inegável e qualquer interesseiro ou interesseira se esquece de qualquer motivo nem que seja por alguns segundos.


0 notes-reblog

João era cercado de elogios.

60milanos:

Mas não acreditava em nada do que falavam sobre ele; o João que lhe falavam, não era o mesmo que ele conhecia.

— O que me falam não pode ser sobre mim, eu nem sou boa pessoa.

João era uma boa pessoa. Porto seguro para os seus amigos, e para outros tantos que nem chegavam a ser amigos, mas…


117 notes-reblog

Like this post
Like this post